Close

Praia do Futuro é o mais novo alvo das incorporadoras

Bairro é visado por sua infraestrutura e localização, além de possuir terrenos ainda disponíveis

Dando continuidade ao “boom” imobiliário do mercado cearense – apesar dos especialistas admitirem um crescimento menor para este ano -, regiões antes não exploradas pelo setor estão ascendendo e sediando cada vez mais imóveis comerciais e de moradia em Fortaleza, como é o caso da Praia do Futuro. Este bairro, só pela Diagonal e Rossi, está para abrigar o terceiro empreendimento, o complexo residencial Alto das Dunas.

“Na realidade, aquela região ficou adormecida por muito tempo. Estava inexplorada e com este ´boom´, os olhos se voltaram para lá”, analisou o vice-presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), André Montenegro.

Terrenos

Segundo ele, o componente que mais colabora para o encarecimento do imóvel é o terreno, devido à escassez de áreas livres para construção. Daí, quando é evidenciada uma região com abundância de terreno, é natural que desperte o interesse e, consequentemente, ela seja alvo de muitas investidas de construtfutuoras e incorporadoras.

Sobre a Praia do Futuro, Montenegro analisa que a infraestrutura disponível na região aliada à localização e a vista privilegiada foram os atrativos que serviram de chamariz para os novos empreendimentos.

Aposta

“Depois de dois empreendimentos (o Beach Village e o VG Fun Residence), de públicos distintos entre si, nós acreditamos no potencial da região para abrir este novo mercado, que é o de condomínio de casas”, declarou João Fiúza, diretor da Diagonal Engenharia, responsável pela construção e comercialização do Alto das Dunas.

A aposta dele visa o público de casas de luxo que, atualmente, tem como opção mais recorrente condomínios fechados no bairro da Água Fria e no município do Eusébio.

“Nós estamos oferecendo ao público casa de área menores, mas que mantém o alto padrão, em uma região privilegiada”, argumenta referindo-se às casas que serão construídas no complexo residencial.

Ele também ressaltou que, na conquista deste público, ainda espera um maior desenvolvimento do bairro nos próximos anos, criando um “grande núcleo urbano”.

Alto das Dunas

Cada quadra de casas do Alto das Dunas terá 10 mil metros quadrados de área, o quais custarão em média R$ 4,6 mil cada. Com a previsão de um total de 15 blocos, o empreendimento tem seu valor geral de vendas orçado em R$ 54,5 milhões e teve a venda para os dois primeiros condomínios (Safira e Jade) lançada na última quinta-feira, 14 de julho. No entanto, o tamanho e a área comum diferem.

Empreendimentos

No Safira, serão construídas 28 residências de 185,60 m², com três suítes e dependência de empregada, e quatro de 205 m², que dispõem de quatro suítes, sendo uma reversível.

Na área comum, espaço gourmet, churrasqueira, piscinas adulto e infantil, deck molhado, quadra gramada, sauna com ducha, playground, fitness, salões de jogos e de festas compõem o diferencial.

Já no Jade, serão 52 casas de 115 m², com três suítes e dependência de empregada, além de área comum com iguais espaços ao outro condomínio.

Fonte: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1011974

Deseja receber mais informações, apresentação, vídeo e tabelas?  Por favor, preencha o formulário abaixo e receba o material completo em seu email ou WhatsApp.


  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório)
  3. (obrigatório)
  4. (obrigatório)
  5. Prefere ser contatado por:
 

error: Conteúdo protegido!

CENTRAL DE VENDAS: (85) 98756-5142 (Oi e WhatsApp) | (85) 99610-0678 (TIM)

x